A pergunta é corrente e surge na mente de muitos pais, sobretudo antes de começar o novo ano letivo. A verdade é que é extremamente importante fazer o rastreio visual infantil de forma periódica. O rastreio permite detetar eventuais anomalias que possam surgir na visão dos mais pequenos.

O rastreio visual infantil é determinante, uma vez que as crianças apreendem tudo sobre a vida e o mundo através dos olhos, quer dentro, quer fora da sala de aula. Mas, quando deve ser realmente feito o rastreio visual infantil?

Qual a idade ideal para fazer o rastreio visual infantil?

São várias as idades para realizar o rastreio visual infantil. Desde logo a partir dos 3 meses, para detetar se o bebé tem alguma anomalia que possa afetar a visão no futuro. Mais, tarde, antes das crianças irem para o jardim de infância, é também importante voltar a realizar o rastreio visual infantil.

Depois, é ir atualizando os exames, nomeadamente sempre que se inicia um novo ciclo escolar. Antes da entrada na escola, antes do segundo ciclo, antes do terceiro e por aí fora. Fora disso, é importante ir realizando exames de optometria periódicos, por forma a acompanhar a situação.

Porque fazer exames de optometria numa ótica?

Hoje, as ópticas estão apetrechadas com todo o equipamento necessário à realização de rastreios visuais. Incluindo o equipamento de ponta mais sofisticado e os optometristas mais credenciados e aptos para realizar os exames.

Além disso, se for necessário corrigir, de imediato, um problema de visão, é extremamente benéfico estar já numa ótica, onde pode adquirir logo os óculos, lentes de contacto ou outras ajudas visuais que forem necessárias. Há ainda a vantagem de os exames oculares serem totalmente gratuitos e feitos na hora, sem ser necessário estar em filas de espera.

Para saber mais ou marcar um rastreio visual infantil, contacte-nos.

StumbleUponEmail