O glaucoma pode começar a desenvolver-se sem quaisquer sintomas, pelo que a melhor forma de proteção é fazer exames à visão com regularidade para medir a pressão ocular, verificar a saúde do nervo ótico, o desgaste da córnea e outros sinais de potenciais problemas.

O glaucoma pode ser diagnosticado pelo optometrista ou oftalmologista, através de exames médicos exaustivos, que podem incluir vários componentes.

Vertentes em análise para deteção de glaucoma

  • Historial médico
  • Estado de saúde geral
  • Medicação a tomar atualmente
  • Pressão arterial, diabetes, exposição ao tabaco e ao sol
  • Historial da visão
  • Nível de visão presente, incluindo alterações recentes
  • Doenças oculares pessoais ou familiares, incluindo degeneração macular e glaucoma
  • Tratamentos oculares, cirurgias ou lesões anteriores
  • Data do último exame ocular.

Outro rastreio que pode ser bastante útil na deteção do glaucoma é o teste de acuidade visual. Este teste pode ser efetuado em óticas, com a ajuda de um optometrista e permite detetar sinais de glaucoma. Os testes de visão ao perto e ao longe permitem determinar a precisão da visão à distância ou ao perto.

Testar a visão com lentes diferentes permite determinar se a visão pode ser melhorada ou corrigida com óculos graduados ou lentes de contato. Isto pode ajudar, indiretamente, o especialista a determinar o tamanho do olho para saber se está ou não em risco de contrair tipos particulares de glaucoma.

Teste de campo de visão básico

Este teste é efetuado para determinar qual o seu campo de visão e qual a área circundante que consegue realmente visualizar. O tipo de teste de campo visual mais frequente é um exame denominado teste de confrontação de campo. Este teste mede apenas a fronteira exterior do campo visual e não revela alterações no glaucoma inicial.

Existe ainda o teste de alteração de saúde ocular, que consiste num exame ao segmento anterior do olho, incluindo a córnea, a pupila, a iris, a lente e estruturas de drenagem do olho, através de um microscópio especial.

O optometrista pode optar por fazer ainda o exame de dilatação do olho, que é efetuado com a ajuda de lentes especiais, que permitem ver dentro do olho e examinar a retina e o nervo ótico.

Para saber mais sobre glaucoma, contacte-nos.

StumbleUponEmail